12 março, 2006
A maioria dos meu conhecidos acha que eu tenho um sotaque fortíssimo de gaúcha. Concordo plenamente. Mas fico boba com isto. Faz 20 anos que eu saí do Rio Grande do Sul. Minha convivência com a gauchada é do tipo moderada. Mesmo assim tem dias em que me ouço falando de um jeito tão, mas tão gaúcho - como se eu jamais tivesse saído de casa.



O que muita gente não sabe é que, quando gravo alguma locução meu sotaque some! Nem eu sei explicar como pode uma coisa dessas, mas é o que acontece. Pra quem duvida, tá aqui (o texto e a edição são do meu coleguinha Ramiro Zwetsch).

 
Por Sônia Guimarães às 11:35    


4 Comments:


At 12 março, 2006, Blogger Das Montanhas

Dear Sônia,
Sotaques à parte, sua voz é linda, quente, viva, sensual e aveludada. Acho até que há muito vc devia investir muito mais neste seu talento. bjs

 

At 13 março, 2006, Blogger Kelly®

mas é muuuiiiito sotaque mesmo! o que eu acho um charme ;)

quisera eu manter o meu pra sempre!

 

At 15 março, 2006, Anonymous Mariano Haensel

Soninha:

I hope is the same Sonia I met. Quando morava em Porto, conheci uma Soninha jornalista que tinha o sotaque mais gatinha do mundo. Se fores a mesma quando te encontrar (se ti encontrar) por favor nao fale carioques. Depois de 25 nos EUA nunca perdi meu gauches.

Beijos

Mariano

 

At 15 março, 2006, Anonymous Anônimo

Ótima locução!
Você deveria investir na sua voz.
Não identifiquei nenhum sotaque,
mas isso não conta, afinal...., também sou gaúcha.
Beijos, Neusinha