07 dezembro, 2006


       "Y la obsesión
        Desencripta lo críptico
        Viola lo mágico
        Vence a la máquina;
        Y tarde o temprano
        Nada es secreto
        En los vericuetos
        De la informática."


           La Infidelidad de La Era Informática, de Jorge Drexler (2006)


         


       "É sempre bom lembrar
        Que um copo vazio
        Está cheio de ar"


           Copo Vazio, de Gilberto Gil (1974)




 
Por Sônia Guimarães às 22:45    


2 Comments:


At 17 dezembro, 2006, Anonymous beth_alo

Gil é pródigo em letras desconcertantes: "Se toda coincidência / Tende a que se entenda / E toda lenda / Quer chegar aqui / A ciência não se aprende / A ciência apreende / A ciência em si" (A Ciência em Si, 1995)

 

At 30 dezembro, 2006, Anonymous Anônimo

Gil e Drexler.........dois grandes poetas. Você sabe das coisas. Beijos, Neusinha.