01 janeiro, 2008
Arrebatadora a autobiografia de Eric Clapton. Devorei as 400 páginas do livro (comecei a ler dia 25 à tarde). Sujeito complicado, Clapton teve uma existência à altura. O incrível é que nem nos momentos de aguda baixa-estima ele duvidou do poder de sua guitarra (que já no início da carreira lhe valeu o apelido "Deus"). Eric Clapton sempre aparentou ser um cara fechadão, avesso a confidências. Mas na autobiografia ele coloca tu-do na roda. Aqui vai um trechinho.


 
Por Sônia Guimarães às 17:07    


2 Comments:


At 05 janeiro, 2008, Anonymous josé antonio

Obrigado, li o trecho do livro e fiquei bem interessado.

 

At 11 janeiro, 2008, Anonymous film guy

very nice, thx for posting, i'll check back for sure