20 agosto, 2006
Adoro assistir a peças e shows sem ninguém na minha frente. Ou seja, meu lugar predileto é a primeira fila.

No caso do Cirque Du Soleil, foi uma experiência no mínimo adoravel. Descontadas algumas palhaçadas clássicas de circo (que podem ou não ser engraçadas), de resto Saltimbanco é pontuado por momentos de sonho. Despertou terrítórios há muito não visitados tanto do inconsciente quanto do meu subconsconsciente (quando se teve uma infância feliz voltar no tempo é super prazeroso).


Imagine que você está sentado no canto de uma sala, e que nessa sala atores encenam um texto teatral. Assim me senti na primeira fila de Ricardo III (com Celso Frateschi). O Ágora é um teatro pequeno e o palco fica no nível da fila A. Pra minha sorte, a montagem é ótima. E Shakespeare... é Shakespeare.

 
Por Sônia Guimarães às 21:17    


4 Comments:


At 22 agosto, 2006, Anonymous Anônimo

fui ver o cirque de soleil com o pé atrás, e acabei saindo de lá leve e feliz. gostei deste blog. Felipe.

 

At 24 agosto, 2006, Blogger Das Montanhas

Só que o teatro tem que ser muito bom e moderno, do contrário vc sai com torcicolo.

 

At 01 setembro, 2006, Blogger Sônia G.

hehehe, tem toda a razão querido

 

At 18 outubro, 2006, Anonymous Anônimo

Que fique bem claro: Celso Frateschi ta muito superior a Marco Ricca como Ricardo III. E viva Shakespeare.